4 de jan de 2013

Hotelaria de Brasília não consegue hospedar todos os participantes da Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Mulher cadeirante é ajuda por outra para subir rampa.

É complicado que um evento destes onde reuniu muitas pessoas com deficiência deixa a desejar na questa de acessibilidade em hotéis, logo na capital do Brasil que deveria dar o exemplo em acessibilidade, mas lembro que a 10 anos atras quando fui a primeira vez para o hospital Sarah me deparei com uma cidade onde os ônibus não eram adaptados e muito velhos os nosso transporte era luxo comparando com o transporte que a cidade oferecia para a população que sim mora lá e merece um transporte digno, lembro também da falta de rampas em plena asa sul local onde fica o hospital é na época fiquei apavorada com a falta de acesso para nos cadeirantes que precisamos de acesso para termos uma vida por igual, hoje como faz anos que não vou pra lá não sei a real situação no transporte mas espero que esteja melhor.
A acessibilidade é algo que deve ser cobrado dos hoteleiros da capital até porque é lei os espaços terem acesso e condições para pessoas com deficiências mas de quem iremos cobrar estas mudanças não moramos lá o que torna mais dificil de se cobrar.
Vergonhoso ver pessoas irem lutar por melhorias em nossos direitos e terem que passar por um total descaso desses.

O participante da Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência Charle Fornaciari Pereira reclama da falta de hotéis que tenham adaptações para pessoas com deficiência.
Charle, que é cadeirante, reclama das más condições dos hotéis da Capital Federal.
"A acessibilidade nossa aqui, dentro do entorno da conferência está ótima, os hotéis é que estão deixando muito a desejar. Nós estamos em muitos cadeirantes sem quartos adaptados, e isso decorre da falta de respeito com a Pessoa com Deficiência, porque uma conferência na capital do nosso país, acontecer esse tipo de descaso é uma coisa imperdoável. Ontem eu peguei um quarto emprestado para tomar um banho, porque eu não tinha um quarto adaptado pra mim. Hoje me transferiram para um hotel que é um lixo, e tá complicado a situação. E tem muitos cadeirantes nessa mesma situação. Tem cadeirantes indo embora para seus estados por não terem hotel adaptado para ficar"

Ricardo Shimosakai, Diretor da Turismo Adaptado, comenta que o Distrito Federal não está preparado para receber um evento deste porte, onde eram esperados cerca de dois mil participantes. Considerando que nem todos os participantes necessitam de um quarto adaptado, e outros nem necessitariam de uma hospedagem, este número diminui um pouco.
Dados de agosto de 2011 apontam um total de 5.170 leitos na capital federal, distribuídos em 3.522 quartos de 22 meios de hospedagem, entre hotéis e flats, resort e pousadas. Normas de acessibilidade colocam a obrigatoriedade de pelo menos 5% dos quarto acessíveis, o que daria 176 quartos, o que é perceptivelmente muito pouco. "Seria mais coerente escolher uma cidade com mais infraestrutura de acessibilidade, ao invés de colocar a Capital Federal apenas pelo seu valor simbólico", comenta Ricardo Shimosakai.
Outro episódio marcou esse evento. Dilma provocou reação dos participantes da 3.ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Em discurso de improviso, a presidente usou a expressão "portador de deficiência". "Eu fiquei muito impressionada como a tecnologia pode nos ajudar a dar condições melhores de vida, melhoresoportunidades para portadores de deficiência", afirmou. A gafe desencadeou um burburinho que culminou em vaia.
"Desculpe, desculpe", corrigiu-se Dilma. "Eu entendo que vocês tenham esse problema, porque portador não é muito humano, não é? E pessoa é, então é um outro tratamento. A primeira vez que eu vi vocês protestarem, eu fiquei pensando por quê. Aí, cheguei a essa conclusão, espero que seja a conclusão certa", disse a presidente, aplaudida em seguida. No fim do discurso, ao defender a igualdade de oportunidades e prometer que seu governo está comprometido com a inclusão dos deficientes, Dilma foi ovacionada.
Fonte: Turismo Adaptado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...