Minha história


Na foto estou sentada em um banco com os braços abertos ao fundo uma imagem linda do gramado  e flores e minha cadeira de rodas.

"Demorei um tempo para tomar a iniciativa e relatar por que eu fiquei paraplégica pois na abertura de meu blog coloquei que o motivo foi por causa de um tiro mas hoje me sinto preparada para falar nisso pois não tenho vergonha de tudo que me aconteceu e porque não falar, durante esses 12 anos pude aprende muito com tudo que passei e passo até aqui. Essa é minha história de VIDA, pois fiz um resumo dela".



Esta é minha História...
Foi no dia 23 de Abril de 2000 que minha vida mudou,vivi uma relação conturbada, rodeada de ciúmes e brigas me sentia controlada por esta pessoa até que entre idas e vindas conheci um colega de trabalho (Marcelo) ele aos poucos foi se aproximando de mim nós tornamos grandes amigos e colega as coisas foram acontecendo naturalmente pois ele sabia que eu tinha uma pessoa e respeitava mas não consegui controla seus sentimentos e quando percebeu estava gostando de mim,um certo dia pediu para conversa comigo e me falou o que eu nem esperava que estava gostando de mim,levei um susto na hora mas fui pra casa pensando em suas palavras.
Em casa era só brigas e brigas por motivos que eu julgo bobas e tolas aos poucos fui cansando o tempo passou me sentia perdida pois esta pessoa não era mais a mesma que havia conhecido a alguns messes estava me mostrando ser frio e dominador e me perguntei porque continuar ao lado de alguém que queria me controlar e meu sentimento foi morrendo, então decidi acabar com tudo e seguir mas nossa  separação teve ida e vindas até que certo dia decidi dar um basta de vez pois já estava gostando do Marcelo e decidi me dar uma nova chance terminei tudo.
Estava decidida a viver uma nova história, e foram apenas quadro dias que vivi ao lado dele parece pouco mas é como se tivéssemos vivido durante anos, até que meu ex resolveu ir até a minha casa, primeiramente disse queria conversar e levei ele até o patio pois Marcelo estava dormindo e se acordasse poderia brigar com ele e não queria isso apesar de tudo queria seu bem pois sabia que estava perdido mas era questão de tempo.
Conversou comigo perguntou se não voltaríamos e eu firme disse que não e pedi que fosse embora e vivesse sua vida quando de repente ele tirou uma arma da mochila na hora pulei nele e fui empurrando até a rua pois queria proteger o Marcelo, ele fez que foi embora e eu corri pra dentro de casa e falei o que estava acontecendo para o Marcelo que furioso disse ou ele me mata ou matarei ele e no desespero tranquei tudo e ficamos dentro de casa.
Desesperada e com medo que algo de ruim nos acontecesse sai e pedi para o Marcelo trancar tudo, no beco onde morava eu pedia por socorro ms ninguém me ouvia, era muito cedo e não tinha ninguém na rua aquela hora.
Voltei as pressas pra dentro de casa e fui fechando tudo, quando ia fechar a janela da sala vi ele se aproximar pelos fundos corri para o quarto quando vi ele na outra janela  já com a arma na mão e alucinado.
Dali da janela me ameaçou com a arma varias vezes  até que teve coragem e atirou em mim, lembro do barulho ensurdecedor e a dor nas costas com queimação, cai na frente do Marcelo que  apavorado e nenhum u pouco preocupado com ele, me disse: Ele vai te matar, fechei os olhos pra não ver nada pois sabia o que ia acontecer.
Ele  invadiu a casa e atirou no Marcelo dua vezes e se matou, eu só fiquei viva pois fechei os olhos para não ver nada.
 Fui pro hospital descobri que não ia mais andar  quando os médicos trocavam de plantão e falaram entre eles e nem foi pra mim, no começo perdi os movimentos dos braços mas minha mãe com muita determinação mexia para ver se eu sentia e com isso recuperei a sensibilidade depois de dias.
Fui para outro hospital para fazer uma cirurgia de limpeza pois tinha entrado cabelo e havia ossos quebrados na coluna.
Depois de 15 dias descobri que Meu Anjo Marcelo tinha me deixado, sofri, chorei era difícil seguir sem ele mas tinha que continuar, fui para casa apenas com a informação que não ia mais andar e minha mãe sem saber o que fazer, tivemos que aprender tudo sozinhas pois não tivemos nenhuma informação.
Durante seis meses eu fiquei na cama pois achava que minha vida tinha acabado, MEU CORPO FOI SE MODIFICANDO E TRAZENDO COM ISSO MARCAS HORRÍVEIS NELE, eu já não era mais aquela mulher bonita e jovem, meu semblante parecia de uma pessoa idosa, tinha um olhar sem brilho, mas aos poucos as pessoas foram me mostrando que eu estava viva e precisava viver novamente e assim fui criando coragem para ficar na cadeira, sair pra rua, fazer fisioterapia mas queria mais e não podia, aos poucos fui mudando meu modo de ver as coisas e sentia dentro de mim tinha uma vontade enorme de viver, sempre fui guerreira, sempre lutei pelos meus sonhos e objetivos e sentia lá no fundo isso vivo dentro de mim.
Quando pensava em desistir lembrava que o Marcelo entrou na minha vida para me salvar e precisava continuar por nos, minha mãe não desistiu um só momento foi firme e guerreira, tinha também o apoio dos amigos que não me abandonaram e me ajudaram muito, cada vitória minha era comemorada por todos e isso me mostrou que não estava sozinha nessa batalha.
TINHA TRAVADO ESSA BATALHA COMIGO MESMA E PRECISAVA VENCER ELA.
Aos poucos as coisas foram mudando e acontecendo, conheci pessoas, fui pra Brasilia e lá foi meu grande recomeço pois aprendi a viver em uma cadeira de rodas, lá vi os sonhos novamente existirem e descobri que não era resumida em uma cadeira de rodas mas sim em uma "Mulher" que ainda podia amar, viver e sonhar e que tudo dependia de mim e não das pessoas. Voltei pra Porto Alegre feliz e pronta pra tudo.
Comecei a estudar, conclui meus estudos, fiz cursos e hoje estou indo em busca de uma faculdade mas é difícil mas não desistirei.
atualmente estou fazendo curso técnico de informática porque adoro esse mundo virtual pois a curiosidade me ajuda e muito.
Sei que tenho muito por fazer mas aos poucos vou trilhando meu caminho, não quero que as pessoas tenham pena de mim quando souberem minha história mas que elas vejam que tudo se pode quando a vontade de viver é maior que desistir e eu não conheço esta palavra.
A vida é passageira e deve ser vivida a cada dia como único, pra que ficar se lamentando e reclamando, por isso vivo intensamente ao lado dos que me amam.
Para finalizar escrevi uma mensagem que resume um pouco que passei, e quero deixar esta mensagem que de tudo somos capazes quando se quer e que a vida é feita de lições.
Deixo esta frase: SÓ OS FORTES VENCEM, dita pra mim por uma senhora que conheci no ônibus.
Quero agradecer a quem nunca me abandonou, minha Grande mãe Vera á meus amigos, irmãos e a meu gato que esta ao meu lado em todos os momentos. Eu amo vocês, cada um é um pouco do alicerce que carrega minha vida.


" No silêncio de minha alma vou juntando os pedaços para que assim eu possa me refazer,vou contando as horas os dias como se tudo fosse uma eternidade respiro fundo,tenho calma pois sei que no final de tudo poderei olhar para tras e dizer que fui capaz de suportar tudo e hoje poder recomeçar pois cada recomeço aprendo que vale apena viver e que somos testados todos os dias e só vence quem se supera.
Deixarei minha história escrita em palavras mas também marcada na vida de cada um que passou durante ela.
Sei que não sou perfeita e cometo erros mas do que valeria a vida se não existisse erros seria algo sem graça mas tento aprender com eles e me tornar melhor.
Dos tombos que cai não fiquei muito tempo no chão e logo me reergui, das lagrimas que chorei pude depois rir pois chorei quando me sentia triste mas também chorei nos momentos felizes.
Isso não importa mas o que importa é que eu venci e estou fazendo minha historia".


Carol



4 comentários:

  1. Sua história é emocionante, Carol! Parabéns pela garra!

    ResponderExcluir
  2. Parabens, guerreira! Cai em sua pagina por acaso, mas tenha certeza de que sua historia ficara em minha vida para sempre.

    ResponderExcluir
  3. mais que emocionante um exemplo . mulher de fibra guerreira admiro muito essa batalhadora um beijo

    ResponderExcluir
  4. Querida Carol, sua história é muito emocionante. É uma mulher vitoriosa, linda e guerreira! Sua luta é a voz de muitos que não tem voz na sociedade e ela empodera e transforma vidas! Te admiro muito! Com carinho, Sabrina

    ResponderExcluir

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...