.cloud-label-widget-content { text-align: left; } .label-size { background: #5498C9; border-radius: 5px; display: block; float: left; margin: 10px 6px 3px 0; color: #fff; font-family: 'Arial',"Segoe UI",Arial,Tahoma,sans-serif; font-size: 11px; text-transform: uppercase; } .label-size:nth-child(1) { background: #F53477; } .label-size:nth-child(2) { background: #89C237; } .label-size:nth-child(3) { background: #44CCF2; } .label-size:nth-child(4) { background: #01ACE2; } .label-size:nth-child(5) { background: #94368E; } .label-size:nth-child(6) { background: #A51A5D; } .label-size:nth-child(7) { background: #555; } .label-size:nth-child(8) { background: #f2a261; } .label-size:nth-child(9) { background: #00ff80; } .label-size:nth-child(10) { background: #b8870b; } .label-size:nth-child(11) { background: #99cc33; } .label-size:nth-child(12) { background: #ffff00; } .label-size:nth-child(13) { background: #40dece; } .label-size:nth-child(14) { background: #ff6347; } .label-size:nth-child(15) { background: #f0e68d; } .label-size:nth-child(16) { background: #7fffd2; } .label-size:nth-child(17) { background: #7a68ed; } .label-size:nth-child(18) { background: #ff1491; } .label-size:nth-child(19) { background: #698c23; } .label-size:nth-child(20) { background: #00ff00; } .label-size a, .label-size span { display: inline-block; color: #fff !important; padding: 4px 10px; font-weight: normal; } .label-size:hover { background: #222; } .label-count { white-space: nowrap; padding-right: 3px; margin-left: -3px; background: #333; color: #fff ; } .label-size:hover .label-count, .label-size:focus+.label-count { background-color: #ff6bb5; }

22 de out de 2012

Lançamento da coleção de livros “Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo”

Convite do evento.


“Chapeuzinho da Cadeirinha de Rodas Vermelha”, Branca Cega de Neve” e outros nove livros que compõem a coleção em literatura infantil terão lançamento oficial no dia 23 de outubro, às 19h, na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre. Acompanhando a temática da obra, na ocasião também será inaugurada uma exposição acessível sobre as histórias dos livros, com piso podotátil e paineis com versão em Braille.


Na próxima terça-feira, dia 23 de outubro, às 19h, o Ministério da Cultura apresenta na CCMQ, em Porto Alegre, a coleção “Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo”, com textos e ilustrações do fisioterapeuta Cristiano Refosco e edição de arte e design gráfico do artista Leandro Selister. A proposta da obra é inovadora e tem foco na educação inclusiva: reúne 11 livros infantis inspirados nos clássicos contos de fadas em uma versão onde os personagens principais possuem algum tipo de deficiência, como a “Chapeuzinho da Cadeirinha de Rodas Vermelha”, a “Branca Cega de Neve” e “Pinóquio das Muletinhas” (veja abaixo a lista dos títulos). Para democratizar o acesso, a coleção conta com uma versão em áudio na qual é possível ouvir a contação das histórias e/ou acompanhar a audiodescrição das imagens de cada um dos livros.

Acompanhando a temática dos contos, durante o lançamento de “Era uma vez um Conto de Fadas Inclusivo” será inaugurada uma exposição acessível, com piso podotátil e paineis com versão em Braille, onde o público poderá saber mais sobre as histórias. Além disso, Daniel Uchoa, deficiente visual, fará uma apresentação com harpa. A visitação será até dia 11 de novembro. Na ocasião, 200 coleções estarão disponíveis por um preço especial.

“Era uma Vez um Conto de Fadas Inclusivo” tem o patrocínio do Banrisul ServiçosAGCO Grupo Savar, com apoio da Secretaria da Justiça e Direitos Humanos do RS (SJDH-RS). O objetivo principal da equipe é que a coleção se torne um instrumento de apoio no trabalho deinclusão das pessoas com deficiência, fomentando a utilização dos livros tanto nas atividades escolares quanto no convívio familiar. “Pretendemos que a coleção seja uma forma de disseminar a cultura da acessibilidade. Essa consciência deve ser despertada desde a infância”, sustenta o autor Cristiano Refosco, que há 13 anos atua no atendimento de crianças com deficiência e teve na sua rotina a inspiração para escrever e ilustrar a coleção.

Dados do IBGE de 2010 apontam que o número de indivíduos com algum tipo de deficiência física ou intelectual supera 20% da população brasileira, o que representa cerca de 45 milhões de pessoas. No Rio Grande do Sulsão 2,5 milhões de cidadãos nessa condição. Vale ressaltar que o termo “pessoas com deficiência” é o único que deve ser usado, conforme decisão da Organização das Nações Unidas, em 2008.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...