.cloud-label-widget-content { text-align: left; } .label-size { background: #5498C9; border-radius: 5px; display: block; float: left; margin: 10px 6px 3px 0; color: #fff; font-family: 'Arial',"Segoe UI",Arial,Tahoma,sans-serif; font-size: 11px; text-transform: uppercase; } .label-size:nth-child(1) { background: #F53477; } .label-size:nth-child(2) { background: #89C237; } .label-size:nth-child(3) { background: #44CCF2; } .label-size:nth-child(4) { background: #01ACE2; } .label-size:nth-child(5) { background: #94368E; } .label-size:nth-child(6) { background: #A51A5D; } .label-size:nth-child(7) { background: #555; } .label-size:nth-child(8) { background: #f2a261; } .label-size:nth-child(9) { background: #00ff80; } .label-size:nth-child(10) { background: #b8870b; } .label-size:nth-child(11) { background: #99cc33; } .label-size:nth-child(12) { background: #ffff00; } .label-size:nth-child(13) { background: #40dece; } .label-size:nth-child(14) { background: #ff6347; } .label-size:nth-child(15) { background: #f0e68d; } .label-size:nth-child(16) { background: #7fffd2; } .label-size:nth-child(17) { background: #7a68ed; } .label-size:nth-child(18) { background: #ff1491; } .label-size:nth-child(19) { background: #698c23; } .label-size:nth-child(20) { background: #00ff00; } .label-size a, .label-size span { display: inline-block; color: #fff !important; padding: 4px 10px; font-weight: normal; } .label-size:hover { background: #222; } .label-count { white-space: nowrap; padding-right: 3px; margin-left: -3px; background: #333; color: #fff ; } .label-size:hover .label-count, .label-size:focus+.label-count { background-color: #ff6bb5; }

14 de jul de 2012

Quando teremos um transporte de qualidade.

Ônibus Belem Novo Hipica

Ao sair de casa todos os dias me deparo sempre com o descaso no transporte foram poucas as vezes que embarquei no 273 Belem Novo e não me deparei com o elevador não funcionando, cinto estragado, funcionário que não sabe operar o elevador, várias vezes quase ter caido,o ônibus levar até quadro cadeirante todos sem segurança por não ter mais horários adaptados e com tudo isso tenho que ter paciência e esperar para poder embarcar no ônibus sem contar que me deparo com o olhar das pessoas que muitas vezes se incomodam com esta situação mas na realidade não sabem que só podemos embarcar em um ônibus adaptado e que esses são poucos nos limitando a sair de casa na hora que a empresa quer e são elas que definem os horários e a população em um todo nada faz  para que o transporte seja de qualidade a todo usuário, eu já cansei de ligar e reclamar é como sempre digo: é uma briga solitária aonde só eu me sinto incomodada.
Teremos que esperar até 2014 para que todos sejam adaptados e enquanto isso vamos aceitando as barreiras do preconceito.
Depois de alguns minutos esperando consegui embarcar no ônibus e seguir viajem mas tive que passar pelo constrangimento de ter que esperar, porque esperar se toda pessoa ao enbarcar entra dentro do ônibus sem nenhum problema já sei sou cadeirante e isso é normal no nosso dia a dia é engraçado este pensamento de que toda pessoa com deficiência tem que passar por algum tipo de situação constrangedora sendo que eu só quero embarcar no ônibus e seguir minha viajem afinal eu também tenho meus compromissos que muitas vezes não podem esperar, tenho minha vida como qualquer pessoa e me indigna ter que sair de casa já preparada para o atraso ou ter que sair horas antes já pensando nos imprevistos que possam acontecer.
Sei que a empresa faz curso e ensina os funcionários a operar os ônibus adaptados mas não estou vendo na prática isso acontecer e em muitas das vezes sou eu que tenho que ensina-los na operação
e todo ano a empresa me liga e faz aquelas perguntas de qualidade no transporte na minha opinião perca de tempo a empresa deveria ensinar os funcionários a saberem como se referir a uma pessoa em cadeira de rodas
Na maioria das vezes quando dou o sinal para descer sempre ouço a mesma coisa: A cadeira vai descer as vezes não nem dou bola mas vejo isso como falta de respeito com toda pessoa que usa cadeira de rodas, as pessoas veem a cadeira e não a pessoa que esta nela as vezes eu corrijo este funcionário e digo brincando: a cadeira vai descer e eu não.
O certo é dizer o cadeirante vai descer alguns me pedem desculpa e disem é verdade nem nos damos conta da besteira que falamos. Sabermos nos comunicarmos nos dias de hoje é fundamental as pessoas com deficiência estão saindo mais, lutando pelo direito de igualdade e pensando em auxiliar essas pessoas que muitas vezes não se dão de conta irei criar um manual para orienta-los na maneira correta de falar e assim poder ouvir O cadeirante vai descer como muitos que já tem este cuidado.
As pessoas não estão preparadas para quebrar as barreiras do  preconceito  mas vejo como falta de educação e principalmente do descuido da empresa que não oferece cursos de qualificação para os funcionários, antes eramos chamados de aleijado mas isso aos poucos foi mudando e hoje somos chamados de cadeirantes a sociedade tem que quebrar essas barreiras  e aprender a lidar com as diferenças nunca esquecendo que a educação começa em nossos lares.

Um comentário:

  1. O nosso transporte esta longe de ser exemplo a toda hora nos deparamos com as irregularidades, super lotação, transporte de má qualidade e sem falar de poucos horarios adaptados para pessoas com deficiencia é trite esta realidade e enquanto isso os donos enriquecem as nossas custas.
    Marcia.

    ResponderExcluir

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...