20 de out de 2012

Governo do RS lança ação contra violência à mulher em Porto Alegre

Tarso Genro e convidados.

Patrulha Maria da Penha vai apurar casos de violência doméstica.
Ação será realizada no Território da Paz do bairro Lomba do Pinheiro.

Com a presença do governador do Rio Grande do SulTarso Genro, foi lançada na manhã deste neste sábado (20) a Patrulha Maria da Penha, ação que visa reprimir a violência contra a mulher, no Território de Paz do bairro Lomba do Pinheiro, na Zona Leste de Porto Alegre. Serão realizadas rondas para apurar os casos de violência doméstica e fiscalizar se medidas protetivas estão sendo cumpridas.
“É um projeto inovador e eficaz que deve se expandir por todo o estado para dar efetividade ao enfretamento à violência contra as mulheres”, declarou Tarso segundo a assessoria de imprensa do governo estadual.
Também participaram da cerimônia o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, a secretária de Políticas para as Mulheres, Márcia Santana, e o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, entre outras autoridades. Michels destacou a importância do projeto para reduzir os índices de crimes contra a mulher. “O estado não aceita que as mulheres sofram agressões ou qualquer tipo de violência e essa ação de governo dará frutos importantes para a sociedade”, disse.
Durante a solenidade, a BM recebeu oito viaturas que serão utilizadas nas rondas. Também foram realizadas ações de serviços públicos, como confecção de doAs equipes que atuarão nas patrulhas terão policiais militares selecionados por conhecer a localidade. A comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Nádia Gerhard, realizou uma ação semelhante quando atuava em Estrela, no Vale do Taquari. Ela explicou que a presença de mulheres da BM na ação tranquilizará as vítimas.
“As equipes serão formadas por dois homens e duas mulheres para que as vítimas se sintam mais acolhidas para relatar o que está acontecendo. As visitas às residências serão feitas durante o dia, mas à noite também serão realizadas rondas para garantir a segurança das famílias”, explicou a oficial.
A ação será realizada de forma integrada com a Polícia Civil. Relatórios diários das ocorrências serão encaminhados que receberá relatórios diários das ocorrências. “A Patrulha vai levar à delegacia os relatórios das fiscalizações das medidas protetivas e informar a maior ou menor gravidade daquele delito”, explicou a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Nadine Anflor.cumentos e regularização de contas de luz.
Fonte:G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...